Publicidade

Correio Braziliense

Governo anuncia a criação da Petro-Sal


postado em 31/08/2009 00:49 / atualizado em 31/08/2009 01:43

Ao fim de uma reunião que durou mais de quatro horas na noite deste domingo, no Palácio da Alvorada, o governo anunciou o nome de uma nova estatal. A Petro-Sal vai administrar a extração do petróleo abaixo de 5km da superfície do mar.

O anúncio foi feito à imprensa pelo ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, que participou da reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os governadores do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), do Espírito Santo, Paulo Hartung (PMDB), e de São Paulo, José Serra (PSDB), além dos ministros Nelson Jobim, da Defesa, e Dilma Rousseff, da Casa Civil, e do prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB).

O governo, segundo Lobão, decidiu não apresentar em regime de urgência um projeto de distribuição dos royalties do pré-sal. Os governadores dos estados produtores de petróleo pressionam o Planalto para manter as atuais regras e discordam da divisão igualitária com todos os estados.

José Serra avaliou como positiva a retirada do pedido de urgência e disse que o assunto precisa de mais debate: "Não tem por que haver pressa". Sérgio Cabral definiu a discussão no Palácio da Alvorada como "muito boa".

Os governadores deixaram Brasília no início da madrugada, mas retornam à cidade ainda nesta segunda-feira para a cerimônia de divulgação do marco regulatório do pré-sal, às 15h, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade