Publicidade

Correio Braziliense

Vídeo polêmico sai do ar

Justiça da Paraíba ordena a retirada da internet de sátira contra o governador José Maranhão


postado em 14/08/2010 07:00


O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) decretou ontem a quebra de sigilo dos autores do vídeo “Tuiteiro é vagabundo”, que traz suposta declaração depreciativa do governador José Maranhão (PMDB), candidato à reeleição. A ação impetrada pela Coligação Paraíba Unida também pediu a retirada imediata do vídeo do ar. A Corte paraibana acatou o pedido por entender que o conteúdo tem a única função de denegrir a imagem do candidato peemedebista.

Para a quebra de sigilo dos autores das postagens, os juizes determinaram que o Google forneça o IP (protocolo de internet) do usuário que postou o vídeo para que a coligação ingresse com um processo por danos morais. No vídeo, há uma montagem que mostra o governador cantando uma música cuja letra chama os usuários do Twitter de “vagabundos”. A sátira está na internet desde junho e alguns dos vídeos já foram retirados.

Decisão semelhante do TRE-PB determinou a retirada de um vídeo postado no YouTube que simulava a presença dos candidatos Ricardo Coutinho (PSB), Efraim Morais (DEM) e Cássio Cunha Lima (PSDB) em um faroeste.

Amanhã
Último dia para os eleitores que desejam votar em trânsito se cadastrem no TRE-DF

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade