Publicidade

Estado de Minas

Garibaldi Alves assume mandato de senador pelo RN nesta quarta-feira

Ao assumir o cargo, ele se tornará o senador mais idoso da Casa


postado em 03/01/2011 21:04 / atualizado em 03/01/2011 21:21

Garibaldi Alves (PMDB-RN), pai do ministro da Previdência do governo Dilma Garibaldi Alves Filho, assumirá nesta quarta-feira (5), o mandato de senador como suplente de Rosalba Ciarlini (DEM).

Ele ocupará a vaga da senadora Rosalba, eleita em 2006, que renunciou ao cargo para assumir o Governo do Rio Grande do Norte.

Garibaldi Alves tem 87 anos e é pai do ministro da Previdência, Garibaldi Alves Filho, atualmente licenciado do Senado. Ao assumir o cargo, ele se tornará o senador mais idoso da Casa. Como parlamentar, ele quer repetir o desempenho do filho em defesa dos interesses do Rio Grande do Norte. “Pretendo atuar no Senado com uma preocupação de prestar serviços ao povo norte-rio-grandense: um estado pobre, que precisa muito ser ajudado”, disse.

E acrescentou: “Em especial, pretendo focar minha atuação ajudando na solução dos problemas enfrentados pelos agricultores e pelos agropecuaristas do Rio Grande do Norte”.

Biografia


Garibaldi Alves é o quarto dos nove filhos do casal Nezinho e dona Liquinha Alves. Ele começou sua carreira política em 1958, quando foi eleito deputado estadual. Depois, foi reeleito para a Assembleia Legislativa por mais duas vezes: em 1962 e em 1966.

Como deputado, ocupou o cargo de primeiro vice-presidente da Assembleia Legislativa; e nesse posto chegou a assumir o Governo do Estado. Durante a Ditadura Militar (1964/1985), em 1969, teve seu mandato parlamentar cassado e seus direitos políticos suspensos por dez anos, da mesma maneira que seus irmãos, o ex-governador Aluízio Alves e o então prefeito de Natal, Agnelo Alves. Depois de sua cassação, assumiu nos anos 70 a superintendência das empresas do grupo têxtil UEB no Rio Grande do Norte.

Na década de 1980 foi vice-governador na gestão do governador Geraldo Melo (1987-1990). Durante aquela administração assumiu o governo do Rio Grande do Norte por duas vezes. Agropecuarista com influência política no município de Pedro Avelino, ele também foi diretor do Serviço Social da Indústria (SESI) no Estado; e diretor da extinta Telern, empresa de telecomunicação que foi criada na gestão do governador Aluízio Alves (1961/1965). Garibaldi Alves é casado com Maria Vanice Alves, com quem teve quatro filhos: Garibaldi Alves Filho (senador), Paulo Roberto Chaves Alves (conselheiro do TCE), Maria Auxiliadora Alves dos Santos e Maria das Graças Alves Emerenciano.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade