Politica

Jucá se reúne com líderes para negociar comissões no Senado

postado em 08/02/2011 11:01
Brasília - O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), reunirá todos os líderes aliados, às 11 horas, para cobrar as indicações a que cada partido tem direito nas comissões permanentes. Só depois dessas indicações e das eleições dos presidentes e vice-presidentes, a Casa iniciará de fato os trabalhos legislativos. Caberá ao presidente de cada comissão definir os projetos prioritários para análise dos membros dos respectivos colegiados.

O ministro de Relações Institucionais, Luiz Sérgio, estará presente na reunião com as lideranças partidárias. No entanto, Jucá disse apenas que ele irá ao Congresso "para uma visita de cortesia". Além dos problemas nas indicações às presidências das comissões, o governo tem enfrentado outros, como as indicações aos cargos de segundo escalão.

O maior problema nas indicações para as presidências das comissões, até o momento, está na indicação do presidente do colegiado de Infraestrutura. O PSDB, que pelo princípio da proporcionalidade partidária tem direito à terceira indicação para a presidência das comissões, já elegeu a Infraestrutura como sua reivindicação. PMDB e PT, respectivamente, já escolheram as presidências das comissões de Constituição e Justiça e de Assuntos Econômicos.

Segundo Jucá, ainda não se chegou a qualquer entendimento sobre quem presidirá a comissão de Infraestrutura, uma vez que o PT também reivindica o comando do colegiado. O líder do governo foi taxativo, no entanto, quanto à necessidade de os partidos respeitarem o critério da proporcionalidade partidária nessas escolhas.

"A praxe, no decorrer dos anos, tem sido o acordo. Defendo o entendimento [entre os partidos] e disso não podemos sair", disse Romero Jucá. Participarão da reunião os líderes Renan Calheiros (PMDB-AL), Humberto Costa (PT-PE), Francisco Dornelles (PP-RJ), Gim Argello (PTB-DF), Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), Acir Gurgacz (PDT-RO), Sérgio Petecão (PMN-AC), Eduardo Amorim (PSC-SE) e Marcelo Crivella (PRB-RJ).

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação