Publicidade

Estado de Minas

Haddad diz que renúncia de reitor da Universidade de Rondônia foi correta


postado em 23/11/2011 20:42

Brasília – O ministro da Educação, Fernando Haddad, disse hoje (23) que o reitor da Universidade Federal de Rondônia (Unir) tomou a decisão correta ao renunciar do cargo. José Januário de Oliveira Amaral entregou hoje (23) o pedido de desligamento ao Ministério da Educação (MEC).

Amaral enfrenta uma crise institucional após denúncias de desvio de recursos na Fundação Rio Madeira, que serve à universidade. Os professores da Unir estão em greve há dois meses e os alunos ocupam o prédio da reitoria.

O MEC montou uma comissão de investigação com representantes da pasta e da Controladoria-Geral da União (CGU) para auditar as contas da universidade e da fundação. Os trabalhos ainda não foram concluídos. “Ele [reitor] entendeu que tem que colocar os interesses da instituição acima de interesses pessoas e não tinha condições de recuperar a legitimidade para exercer o cargo”, disse o ministro.

Agora, o conselho universitário irá se reunir para decidir os próximos passos. Segundo Haddad, a Unir tem até 60 dias para escolher um novo nome para o cargo, prazo que pode ser prorrogado em função da proximidade com o período de férias.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade