Publicidade

Correio Braziliense

Deputado José Genoíno é alvo de protestos na Câmara dos Deputados

Durante Comissão de Constituição e Justiça, cerca de 50 pessos, a maioria evangélica, manifestaram pedindo a saída do parlamentar


postado em 17/04/2013 13:06 / atualizado em 17/04/2013 13:24

Deputado Federal José Genoíno(foto: Iano Andrade/CB/D.A Press)
Deputado Federal José Genoíno (foto: Iano Andrade/CB/D.A Press)
Condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no processo do mensalão, o deputado federal José Genoíno (PT-SP) foi alvo de protestos, na manhã desta quarta-feira, na reunião da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados. Cerca de 50 pessoas, a maioria evangélica, assistiu à sessão com faixas "Fora Genoíno".
 
O protesto é uma reação de apoiadores do deputado e pastor evangélico Marco Feliciano (PSC-SP) às manifestações contrárias à permanência dele na presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias. Uma das faixas trazia a mensagem "Cristão protesta com educação". As manifestações contra Feliciano têm causado tumulto nas reuniões do colegiado comandado por ele.

Leia mais notícias em Política

Presente na reunião, Genoíno não reagiu aos protestos. Permaneceu no plenário e apenas assistiu aos críticos. Pressionado a deixar a presidência dos Direitos Humanos, Feliciano chegou a usar o caso dos condenados no mensalão. Em reunião com líderes da Casa, disse que só sairia do comando se Genoíno e João Paulo Cunha (PT-SP) deixassem a CCJ.

Ainda nesta quarta, a Comissão de Direitos Humanos se reúne mais uma vez comandada por Feliciano. Os críticos ao pastor prometem fazer mais barulho pela sua retirada.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade