Publicidade

Estado de Minas

Marina se reúne com artistas e globais no Rio

Candidata do PSB passou o dia no Rio de Janeiro, onde participou de encontro mediado pelo ator Marcos Palmeira


postado em 17/09/2014 20:34


A candidata do PSB Marina Silva participou nesta quarta (17) de um encontro com artistas, intelecutais e empresários do setor cultural, no Rio de Janeiro. O evento foi iniciativa da Escola de Cinema Darcy Ribeiro, e mediado pelo ator global Marcos Palmeira, apoiador de Marina. Mais cedo, em coletiva de imprensa, Marina ressaltou a importância do setor e defendeu um aumento nas verbas destinadas para a área. A candidata do PSB também voltou a acusar os dois principais adversários, Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) de lançar mão do “marketing selvagem” contra ela. Mais cedo, o vice de Marina, Beto Albuquerque, disse em sabatina que não se considerava “ruralista”.

Leia mais notícias em Política

Além de Palmeira, os músicos Caetano Veloso e Arnaldo Antunes também anunciaram apoio à candidata. “No nosso programa, nós priorizamos a educação integral. E qualquer pessoa, para ser bem formada, precisa ter acesso à cultura. Não só como entretenimento, mas como forma de melhorar sua capacidade de interagir com o mundo e com outras pessoas. Para nós a arte é fundamental do processo educativo”, disse Marina a jornalistas. Ela prometeu ainda ampliar o orçamento do Ministério da Cultura, caso eleita.



A candidata do PSB voltou a acusar os adversários de usar o “marketing selvagem” contra ela, e avaliou que os ataques de seus adversários ainda não estão produzindo resultados. “O que está dando resultado é a consciência dos brasileiros. Eu tenho repetido que para o ‘marketing selvagem’ e para aqueles que se submetem a ele, não existem argumentos. Porque ele não se baseia na ética, nem em princípios”. Ela também destacou os resultados eleitorais obtidos, mesmo com falta de estrutura. “Depois que Eduardo morreu, nós tivemos que descartar tudo que havíamos produzido juntos (em material de campanha). E só vai chegar provavelmente na semana aos estados. Se estamos no lugar que estamos é porque mudou o discernimento da sociedade”.

Pouco antes do encontro com artistas, Marina participou de um bate-papo virtual com eleitores, por meio de sua página em uma rede social. Respondendo a uma eleitora, falou até mesmo sobre seu hábito de preparar os próprios cosméticos e adornos. “Eu gosto muito de fazer artesanato. 99% dos colares que eu uso sou eu mesmo que faço (...). Eu consegui desenvolver uma essência de beterraba que eu uso como batom. Tenho muitas limitações de saúde, sou alérgica, então foi uma forma de suprir”.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade