Politica

Unesco não avançou em políticas culturais, diz secretária do MinC

Ivana Bentes afirmou que não há um movimento para que se crie uma convenção "viva", que possa ser apropriada nos embates diplomáticos

postado em 05/05/2015 17:24
A Convenção sobre a Promoção da Diversidade das Expressões Culturais da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) completa dez anos em 2015, mas ainda não tem incidência relevante nas políticas públicas culturais ou mesmo nas lutas dos grupos ligados à cultura.

A conclusão é da secretária da Diversidade Cultural do Ministério da Cultura (MinC), Ivana Bentes. ;Algumas peças importantes do debate político não foram apropriadas pelos movimentos sociais, não foram divulgadas o suficiente;, disse.

Leia mais notícias em Brasil


Segundo ela, os avanços a serem buscados são no sentido de transformar a convenção em uma convenção viva, que possa ser apropriada pelos grupos e que sirva nos embates diplomáticos. Ela citou o caso do Facebook, que retirou da página do MinC, na rede social, a fotografia de uma índia com os seios à mostra.

;O Facebook considerou que a foto feria seus critérios de moralidade, o que, para nós, é uma afronta cultural. Então, são pequenos incidentes que deixam muito claro que a convenção pode vir a lastrear e ter incidência nos campos jurídicos, da disputa cultural, na afirmação do imaginário cultural da América Latina."

O Ministério da Cultura abriu hoje (5) uma série de reuniões setoriais do Mercosul Cultural, que inclui países-membros e associados, sobre a proteção e promoção da diversidade cultural, a integração e a gestão colaborativa das políticas culturais do bloco. Ao final, em 18 de junho, haverá o encontro de ministros.

A 3; Reunião da Comissão da Diversidade Cultural vai até amanhã (6) com a participação da sociedade civil. Para Ivana, abrir a reunião ao público é uma tentativa de incorporar a prática nos encontros e fóruns e popularizar o debate sobre políticas culturais. ;Se quem está dentro não abre, dificilmente a sociedade chega de forma espontânea e natural a esse tipo de debate;, ressaltou Ivana.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação