Publicidade

Estado de Minas

Paulo Skaf faz aceno a Marta por causa de disputa com Gabriel Chalita

Segundo integrantes da cúpula, uma eventual candidatura de Marta à Prefeitura de São Paulo pelo PMDB faria Skaf assistir ao projeto político Chalita desmoronar


postado em 31/07/2015 10:22

Dirigentes do PMDB paulista avaliam que o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, tem feito campanha pela filiação da senadora Marta Suplicy ao partido por causa de disputas internas com o secretário municipal de Educação, Gabriel Chalita (PMDB). Segundo integrantes da cúpula estadual, uma eventual candidatura de Marta à Prefeitura de São Paulo pelo PMDB faria Skaf assistir ao projeto político Chalita desmoronar.

Leia mais notícias em Política

O nome de Chalita tem surgido internamente como uma das possibilidades da legenda para a disputa do ano que vem. Hoje, Chalita é secretário de Educação da gestão de Fernando Haddad (PT-SP). Sua entrada no governo fez parte de um acordo costurado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com objetivo de amarrar o PMDB à aliança de Haddad na campanha de 2016. O partido passou a reavaliar o acerto em São Paulo desde que o PMDB entrou em crise com o governo Dilma Rousseff no âmbito federal. Para um deputado do PMDB, Chalita é o nome de maior prestígio da sigla na capital.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade