Publicidade

Correio Braziliense

Osmar Serraglio (PMDB-PR) é eleito para presidência da CCJ da Câmara

Caberá à CCJ a apreciação de recursos do presidente da Câmara, Eduardo Cunha


postado em 03/05/2016 15:31



O peemedebista Osmar Serraglio (PR) foi eleito na tarde desta terça-feira (03/05) presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados. O deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG) - preferido do líder da bancada do PMDB, Leonardo Picciani (RJ), para a presidência da comissão - ficou como primeiro-vice-presidente.

Na eleição foram escolhidos outros vice-presidentes da CCJ. A deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) foi eleita segunda-vice e o deputado Covatti Filho (PP-RS) o terceiro-vice. Não houve inscrição de candidaturas avulsas. Foram 43 votos a favor da chapa e sete votos em branco.

Leia mais notícias em Política

Em um acordo entre os peemedebistas, Pacheco abriu mão da indicação e cedeu a vez para Serraglio. O deputado do Paraná era o candidato do grupo pró-impeachment da presidente Dilma Rousseff e que se opôs à recondução de Picciani à liderança da bancada. Para emplacar Serraglio na CCJ, o grupo contrário a Picciani alegou que a indicação do deputado para presidir a comissão simbolizaria o primeiro passo para a unificação da bancada.

A CCJ é a principal comissão temática da Casa, onde é discutida a constitucionalidade das matérias em tramitação. O colegiado também terá papel fundamental no andamento do processo por quebra de decoro parlamentar contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em curso no Conselho de Ética. Caberá à CCJ a apreciação de recursos do peemedebista.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade