Publicidade

Correio Braziliense

Para Caiado, decisão de Maranhão é um "escárnio institucional'

"Essa é uma matéria conclusa. Já estamos a debatendo no Senado há mais de 15 dia", disse o senador goiano


postado em 09/05/2016 16:06 / atualizado em 09/05/2016 16:06

O líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO), classificou como um "escárnio institucional" a decisão do presidente da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), de suspender a sessão de votação de impeachment da presidente Dilma na Câmara. "Essa é uma função de tarefeiro. Seria um absurdo o Senado Federal se submeter a uma decisão como essa."

Leia mais notícias em Política

Caiado foi um dos senadores da oposição que foi à residência oficial de Calheiros, na manhã de hoje, para discutir a matéria, e garantiu que o peemedebista manterá a leitura hoje do parecer aprovado na comissão do Senado e, consequentemente, a votação de quarta-feira (11/5) no plenário do Senado.

"Essa é uma matéria conclusa. Já estamos a debatendo no Senado há mais de 15 dias", disse o senador goiano. Caiado lembra que quando algum parlamentar, o presidente da Casa ou da mesa diretora questiona uma decisão, o recurso é levado para o Plenário. "Não faz sentido o inverso e o presidente revogar com uma canetada a decisão de 367 deputado”, conclui Caiado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade