Publicidade

Correio Braziliense

Fernando Collor defende o impeachment de Dilma no Senado

"Impeachment é um remédio constitucional de urgência no presidencialismo", disse o senador durante a seu discurso no plenário do Senado


postado em 30/08/2016 17:16

O senador Fernando Collor (PTC-AL), foi o 16º senador a se pronunciar na sessão de julgamento da presidente Dilma Rousseff, que acontece nesta terça-feira (30/8). Durante o discurso, ele insistiu na ideia da governabilidade, sinalizando que este governo perdeu as condições de comando. "A constatação de que a crise que abala a nação não é nem fantasiosa, nem orquestrada, mas originada pelo próprio Poder Executivo", disse, E completou: "impeachment é um remédio constitucional de urgência no presidencialismo".

Leia mais notícias em Política

O senador, e ex-presidente da República, relembrou o processo de impeachment que sofreu há 24 anos, e leu publicações que defendiam o seu governo. "Em 92 tentaram me imputar corresponsabilidade por suposta infração penal.A partir de ocorrências pessoais, simularam crise política".


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade