Publicidade

Estado de Minas

Lula e Marcelo Odebrecht são denunciados por corrupção em obras de Angola

A denuncia foi proposta na Justiça Federal de Brasília, nesta segunda-feira (10/10), e é derivada da investigação chamada Operação Janus


postado em 10/10/2016 14:37 / atualizado em 10/10/2016 15:01

O Ministério Publico denunciou Lula e a Odebrecht por corrupção em obras no exterior. O ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva e o presidente afastado do grupo Odebrecht, Marcelo Bahia Odebrecht, por corrupção. De acordo com a procuradoria, o ex-presidente recebeu propina da empreiteira em uma obra feita em Angola, com financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).


Entre os 11 denunciados, está o sobrinho da ex-primeira mulher de Lula, Taiguara Rodrigues. A denuncia foi proposta na Justiça Federal de Brasília, nesta segunda-feira (10/10), e é derivada da investigação chamada Operação Janus.

 

Leia mais em Política

 

De acordo com a acusação, entre 2008 e 2015 Lula atuou perante o BNDES e outros órgão públicos “com o propósito de garantir” a liberação de empréstimos do banco para obras em Angola. Os procuradores sustentam que a Odebrecht, em retribuição, repassou a Lula e a outros envolvidos R$ 30 milhões. O ex-presidente foi denunciado por corrupção passiva, trafico de influências, organização criminosa e lavagem de dinheiro. Marcelo Odebrecht foi denunciado por corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa;  e Taiguara por organização criminosa e lavagem de dinheiro.

 

A defesa de Lula ainda não foi localizada. Os advogados de defesa farão hoje uma coletiva sobre a Lava-Jato em São Paulo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade