Publicidade

Estado de Minas

Sob protesto e aos gritos, Garotinho é levado para complexo de Bangu

Um cinegrafista registrou o momento em que o o ex-governador é transferido


postado em 18/11/2016 00:36 / atualizado em 18/11/2016 10:19

(foto: Vladimir Platonow/Agência Brasil))
(foto: Vladimir Platonow/Agência Brasil))


A transferência do ex-governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, para o Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, foi marcada por tumulto. Imagens feitas por um cinegrafista na noite desta quinta-feira, (17/11), mostram Garotinho exaltado, sendo carregado para dentro da ambulância.

Ele estava internado desde ontem no Hospital Municipal Souza Aguiar, quando passou mal após prestar depoimento na superintendência da Polícia Federal. Acompanhado da mulher, Rosinha Garotinho, e da filha e deputada federal, Clarissa Garotinho, o peemedebista tenta se safar das mãos dos bombeiros, aos gritos. As imagens também mostram os policiais contendo o ex-governador e colocando-o dentro da  ambulância. 



Leia mais notícias em Política

A ordem para levar Garotinho foi dada pelo juiz eleitoral Glaucenir Silva de Oliveira, da 100ª Zona Eleitoral de Campos. O juiz alegou que o ex-governador estaria tendo regalias e determinou sua imediata transferência para o presídio.

“Mostra-se imperioso fazer cessar quaisquer regalias que o réu, ora custodiado, possa estar recebendo, assim como em atenção à sua suposta situação inadequada de saúde, determino sua imediata transferência para o Complexo Penitenciário de Bangu – Presídio Frederico Marques, onde poderá receber assistência médica. Esclareço que o referido complexo penitenciário é provido de uma UPA [Unidade de Pronto Atendimento]”, escreveu o magistrado em sua decisão.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade