Publicidade

Correio Braziliense

Grupo faz 'tomataço' em frente a evento com Gilmar Mendes em SP

Manifestantes dizem defender a operação Lava-Jato e as Forças Armadas; tomates são espalhadas pela Rua Itapeva


postado em 09/10/2017 10:35 / atualizado em 09/10/2017 10:58

(foto: Carlos Moura/STF)
(foto: Carlos Moura/STF)
 
Manifestantes protestam jogando tomates em frente ao prédio do Instituto de Direito Público de São Paulo (IDP), na Bela Vista, região central da cidade, na manhã desta segunda-feira (9/10). A entidade, que realiza um evento para lançar um curso de pós-graduação em Direito Eleitoral, tem o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Gilmar Mendes como um de seus sócios. O ministro, vários políticos e especialistas ministram palestras sobre a reforma política durante o dia na faculdade.

O protesto bloqueia uma quadra da Rua Itapeva, próximo à Avenida Paulista, desde em torno das 8h30 da manhã, segundo a Polícia Militar. Os manifestantes jogam tomates sobre a calçada, a pista e contra carros de participantes que chegam ao evento. Apesar da sujeira, não há registro de confusão. 

A ação é organizada pelo grupo 'Tomataço', que diz atuar em defesa da operação Lava-Jato, das Forças Armadas e pela "renúncia de todos os políticos do País". No Facebook, antes do protesto, integrantes publicaram foto ao receber doação de tomates estragados de comerciantes da Ceasa. Eles já promoveram manifestações semelhantes contra Gilmar em São Paulo, inclusive durante evento em agosto na sede do jornal O Estado de S. Paulo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade