Publicidade

Correio Braziliense

Juiz federal determina devolução do passaporte do ex-presidente Lula

Com a decisão, o nome do político será retirado da lista de impedidos de deixar o país


postado em 02/02/2018 18:00 / atualizado em 02/02/2018 18:10

(foto: Nelson Almeida/AFP)
(foto: Nelson Almeida/AFP)
 
 
O juiz federal Bruno Apolinário, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), decidiu devolver o passaporte do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A determinação ocorreu nesta sexta-feira (2/2) e com isso o político pode viajar ao exterior.
 

O passaporte de Lula foi apreendido após o juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara Federal de Brasília, aceitar um pedido do Ministério Público Federal (MPF), que viu risco de fuga do ex-presidente, tendo em vista que ele foi condenado a 12 anos e um mês de cadeia pela 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). Com a reviravolta no caso, o nome do petista será retirado do Sistema Nacional de Procurados e Impedidos da Polícia Federal.

Na ação que culminou na retenção do documento, os procuradores alegam que a confirmação da condenação e a iminência da prisão do ex-presidente, “que pode ocorrer dentro de algumas semanas”, criam o “risco de fuga”. A apreensão do passaporte foi solicitada em um processo que tramita no Distrito Federal e julga o suposto tráfico de influência de Lula na compra de 36 caças suecos da empresa Saab. A investigação relacionada ao caso ocorre no âmbito da Operação Zelotes, da Polícia Federal.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade