Publicidade

Correio Braziliense

Temer pede que mulheres olhem a Constituição para defender igualdade

Em evento no Planalto, presidente deu flores a uma servidora presente no evento e agradeceu ao 'apoio administrativo' das servidoras da casa


postado em 08/03/2018 11:54

Ao cumprimentar a esposa, Marcela Temer, presidente ressaltou toda a admiração que tem pela dedicação e companheirismo dela(foto: Reprodução/Twitter Michel Temer)
Ao cumprimentar a esposa, Marcela Temer, presidente ressaltou toda a admiração que tem pela dedicação e companheirismo dela (foto: Reprodução/Twitter Michel Temer)

O presidente Michel Temer acompanhou, por pouco mais de dez minutos, a primeira-dama Marcela Temer em um evento em alusão do Dia Internacional da Mulher, no anexo do Palácio do Planalto. Em uma breve saudação, disse que, como presidente, dava apoio à luta das mulheres por igualdade. 

"Eu tenho um vício profissional que é sempre examinar a Constituição, que diz que homens e mulheres são iguais em direitos e deveres", afirmou. "Todas deveriam empunhar essa bandeira, invocar o texto constitucional e dizer: 'olha, tenho apoio do presidente da República, e nós queremos cumprimento do texto constitucional'. Acho que essa é uma mobilização muito boa para as mulheres do Brasil", completou o presidente, que logo depois se retirou do evento.

Temer deu flores a uma servidora presente no evento e agradeceu ao "apoio administrativo" das servidoras da casa. 

A primeira-dama também fez uma fala rápida e disse que o evento de hoje era "uma singela homenagem às mulheres" no Dia Internacional. A ministra da Advocacia-Geral, Grace Mendonça, única mulher no primeiro escalão do governo Temer, também compareceu ao evento e contou um pouco da sua trajetória e carreira.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade