Publicidade

Correio Braziliense

'Não podemos fulanizar a lei', afirma Marina Silva sobre HC de Lula

Segundo a pré-candidata da Rede à Presidência da República, a aplicação da lei não pode ter 'dois pesos e duas medidas'


postado em 23/03/2018 10:09

Ex-petista, Marina foi ministra do Meio Ambiente durante o governo Lula(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
Ex-petista, Marina foi ministra do Meio Ambiente durante o governo Lula (foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)


A ex-ministra Marina Silva afirmou que não se pode "fulanizar a lei" ao comentar o julgamento, pelo Supremo Tribunal Federal (STF), do habeas corpus em favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Segundo a pré-candidata da Rede à Presidência da República, a aplicação da lei não pode ter "dois pesos e duas medidas". Ex-petista, Marina foi ministra do Meio Ambiente durante o governo Lula.

"Nós não podemos fulanizar a lei. A lei tem que ser seguida e aplicada em relação a todos, tem que ser cumprida sem dois pesos e duas medidas", disse Marina nessa quinta-feira (22/3) no Rio, ao ser questionada sobre o julgamento do STF.

Líder do DEM na Câmara, o deputado Rodrigo Garcia (SP) afirmou que o Supremo tomou uma decisão "muito dirigida" em relação ao ex-presidente Lula. "O Supremo decidiu não decidir. Ele jogou para o dia 4 um julgamento que tem uma expectativa muito grande, não só por se tratar de um ex-presidente da República", afirmou. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade