Publicidade

Correio Braziliense

Temer se reúne com Sarney após assumir que tentará reeleição

"Seria uma covardia eu não ser candidato", disse Temer


postado em 24/03/2018 15:37

(foto: AFP / Mauro Pimentel)
(foto: AFP / Mauro Pimentel)

O presidente Michel Temer se reuniu neste sábado, 24, no Palácio do Jaburu, com o ex-presidente José Sarney, que também é filiado ao MDB. O encontro aconteceu um dia após publicação de entrevista de Temer à revista IstoÉ, na qual o presidente admitiu pela primeira vez publicamente que tentará reeleição neste ano. "Seria uma covardia eu não ser candidato", disse Temer. 

Com a candidatura de Temer, o MDB passou a trabalhar para que o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, se filie à legenda e permaneça como uma espécie de "plano B" para o caso de Temer não conseguir viabilizar sua candidatura e desistir de entrar no páreo. Se o presidente não recuar, porém, o partido avalia que Meirelles pode ser vice na chapa.

Nessa sexta-feira, 23, Temer levou o ministro a tiracolo em um giro pelo Nordeste. Foram a Xique-Xique, na Bahia, a Petrolina e a Goiana, em Pernambuco. Disposto a manter Meirelles sob sua órbita, o presidente fez vários afagos ao comandante da economia durante discursos nos eventos. Os dois passaram o dia juntos cumprindo agenda oficial, mas em ritmo e estilo de campanha.

O ministro quer concorrer à Presidência, mas enfrenta dificuldades para pôr de pé seu projeto eleitoral. Filiado ao PSD, Meirelles não tem apoio de sua própria legenda e não obteve garantia de candidatura em partidos menores, como PRB, PSC e PHS Embora o destino político de Meirelles ainda seja incerto, amigos o aconselham a correr o risco de se filiar ao MDB.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade