Publicidade

Correio Braziliense

Liminar de Dias Toffoli permite candidatura de Demóstenes Torres

Ex-senador solicitou que a sessão do Senado que o retirou do cargo em 2012 fosse suspensa. Mas o pedido foi negado pelo ministro


postado em 27/03/2018 15:16

(foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr)
(foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr)


Uma liminar, concedida pelo ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF) permite a candidatura do ex-senador Demóstenes Torres nas eleições deste ano. A decisão de Toffli suspende a inelegibilidade do político. O magistrado atendeu parcialmente um pedido da defesa para suspender os efeitos de uma sessão que ocorreu em 2012, que cassou o mandato de Demóstenes.

Ao recorrer da decisão dos parlamentares, Demóstenes solicitou que ele tivesse direito a voltar o cargo de senador da República, o que foi negado. Com base no entendimento do ministro do Supremo, o advogado do ex-parlamentar pretende solicitar ao Senado que ela volte a ocupar o cargo. 

Acusado de desvios éticos, Demóstenes perdeu o cargo em julho de 2012, por 56 votos a favor, 19 contra e 05 abstenções. Ele foi acusado pela Polícia Federal e pelo Ministério Público de ter relações com o bicheiro Carlinhos Cachoeira. Ele foi inocentado em 2014 das acusações de enriquecimento ilícito. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade