Publicidade

Correio Braziliense

PM diz que pode isolar PF em Curitiba em caso de prisão de Lula

A PM quer evitar ao máximo um deslocamento de Lula pelas ruas, de carro


postado em 07/04/2018 10:43

A Polícia Militar considera isolar a sede da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba para a possível chegada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao local, onde ele deve começar a cumprir pena.

Para a condução, a PF reservou um avião de Congonhas, em São Paulo, para o aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba. De lá, a intenção é levar o petista com um helicóptero até à PF. A PM quer evitar ao máximo um deslocamento de Lula pelas ruas, de carro, o que poderia ocorrer em condições meteorológicas adversas para voo. 

Segundo a Secretaria da Segurança Pública do Paraná, as forças de segurança pediram que os manifestantes contrários a Lula não fiquem em frente à sede da PF durante a prisão de Lula e durante a estadia do petista na Superintendência, onde uma cela foi reservada para ele na cobertura do prédio. 

Na sexta-feira (7/4), integrantes do grupo "República de Curitiba" ficaram na entrada do prédio com um caminhão de som gritando palavras de ordem contra o ex-presidente. Na manhã deste sábado, ainda não há manifestação no local. Os militantes pró-Lula participam de protesto contra o governo estadual, no Centro Cívico, a cerca de 7 quilômetros da PF.

As cúpulas da Pasta estadual e da Polícia Federal aguardam definições sobre a condução de Lula para colocar em prática um esquema de segurança. O monitoramento é acompanhar possível vinda de manifestantes favoráveis e contrários à prisão do petista, o que faria a PM isolar a região e separar os grupos.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade