Publicidade

Correio Braziliense

Lula deve seguir de avião para Curitiba, partindo do Aeroporto de Congonhas

O ex-presidente Lula discursou por quase uma hora para militantes em São Bernardo do Campo, onde afirmou que iria se entregar à PF


postado em 07/04/2018 13:01 / atualizado em 07/04/2018 14:14

(foto: Miguel Schincariol/AFP)
(foto: Miguel Schincariol/AFP)


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve deixar o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP), na tarde deste sábado (7/4) e seguir de avião, partindo do Aeroporto de Congonhas. Ainda não se sabe se o petista seguirá na aeronave da Polícia Federal (PF) ou em avião particular. 

A decisão do ex-presidente Lula em seguir para Curitiba foi tomada na madrugada de hoje, depois de uma análise jurídico-política com a cúpula do PT e os advogados.Prevaleceu a tese de que o risco de descumprir a ordem judicial poderia levar o ex-presidente a perder inclusive os cinco votos que obteve no Supremo Tribunal Federal na última quarta-feira, no julgamento do habeas corpus. 

Até por volta das 13h30, o ex-presidente Lula seguia no prédio do sindicato após discursar por 55 minutos para milhares de militantes do PT. Momentos antes havia sido realizada uma missa em homenagem à mulher de Lula, dona Marisa Letícia.

Durante o discurso
, Lula afirmou que se entregaria à PF. O petista se disse inocente e acusou Sérgio Moro, Ministério Público, Operação Lava-Jato e a mídia brasileira de quererem impedir a sua possível candidatura à presidência da República em 2018. 

Luiz Inácio Lula da Silva chamou as acusações de mentirosas, mas garantiu que vai se entregar. "Se dependesse da minha vontade eu não iria, mas eu vou, porque eles vão dizer que eu estou foragido. Eu vou lá na barba deles para eles saberem que eu não tenho medo, saberem que eu vou provar minha inocência", afirmou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade