Publicidade

Correio Braziliense

Ex-presidente Lula chega à sede da Polícia Federal em Curitiba

Cela com TV e banho quente espera por Lula em Curitiba.


postado em 07/04/2018 22:26 / atualizado em 07/04/2018 23:08

Em meio a uma guerra de torcidas, separados por cordões de isolamento da PM, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou ao Departamento de Política Federal.

Localizada no bairro de classe média de Jardim Santa Cândida, a sede da corporação tem duas ruas transversais. Na frente do portão principal ficou o grupo que apoio o petista, que, antes da chegada, fez um ato ecumênico e cantarolou músicas de campanhas do PT. Na parte lateral ficou o grupo contrário a Lula.


Segundo a Polícia Militar, as bombas vieram da PF. Ainda segundo a PM, a Polícia Federal alegou que os maifestantes pró-Lula forçou o portão principal e, por isso, as bombas de gás lacrimogênio teriam sido necessárias. 

A ação da PF tem base em decisão da Justiça do Paraná  de sexta-feira, segundo a qual manifestantes não poderiam ficar perto da sede da PF "evitar confrontos que podem levar a dezenas de feridos e depredação do patrimônio público e privado".

 

A PF, alegando que o portão da sede da coorporação, estava sendo forçado, segundo relatos, de dentro do edifício, pelo menos 6 bombas de efeito moral contra manifestantes pró-Lula. 

 

Os manifestantates, entre eles crianças, ficaram desesperados. Houve feridos, que foram levados de ambulância a hospitais da redondeza.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade