Publicidade

Correio Braziliense

Deputado alvo da PF é conhecido pelo lobby a favor das transportadoras

Nelson Marquezelli (PTB-SP), alvo da Operação Espúrio, é responsável por uma série de medidas que podem ter alto impacto nos custos dos transportes e no Tesouro


postado em 06/07/2018 10:22

Marquezelli: um dos maiores exportadores de suco de laranja no país(foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Marquezelli: um dos maiores exportadores de suco de laranja no país (foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
 
O deputado Nelson Marquezelli (PTB-SP) e o assessor parlamentar Jonas Antunes Lima — alvos da PF na operação Registro Espúrio, junto com o ministro do Trabalho, Helton Yomura — são conhecidos na Esplanada pelo lobby intransigente em favor dos donos de transportadoras. No sétimo mandato na Câmara, Marquezelli é também um dos maiores exportadores de suco de laranja no país.

Em abril de 2014, o Correio Braziliense flagrou — em vídeos e fotos — um grupo de 30 pessoas recebendo notas de R$ 20 e R$ 50 para ocupar as galerias da Câmara em defesa de projeto de ampliação da jornada de caminhoneiros.
 
Conforme a reportagem da época, o repasse do dinheiro havia começado na chapelaria do Congresso, de onde o grupo se dirigiu ao gabinete de Marquezelli, de número 920, no 9º andar do Anexo IV da Câmara — a mesma sala onde ocorreu ontem a busca e apreensão de documentos pela Polícia Federal.

As ações de Marquezelli e do assessor Jonas Antunes Lima no Congresso e no Planalto já transformaram um simples projeto de lei de três artigos em um monstrengo de 69 páginas, boa parte delas com medidas de alto impacto nos custos dos transportes e no Tesouro. Uma dupla para lá de explosiva.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade