Publicidade

Correio Braziliense

Solidariedade oficializa candidatura de Márcio França à reeleição

O governador de São Paulo concorrerá contra o ex-prefeito da capital paulista, o tucano João Doria


postado em 22/07/2018 16:54 / atualizado em 22/07/2018 17:11

Em convenção, Solidariedade oficializa a candidatura do governador de São Paulo, Márcio França (PSB) à reeleição(foto: Guilherme Lara Campos/SP)
Em convenção, Solidariedade oficializa a candidatura do governador de São Paulo, Márcio França (PSB) à reeleição (foto: Guilherme Lara Campos/SP)

 

O Solidariedade, partido político ligado à Força Sindical, realizou neste domingo, 22, a sua Convenção Estadual, em São Paulo. O partido, presidido nacionalmente pelo deputado federal Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força, faz parte do chamado Centrão que deve fechar apoio ao pré-candidato à Presidência da República pelo PSDB, Geraldo Alckmin.

 

O evento, que acaba de oficializar as candidaturas a deputados federais e estaduais também oficializou a candidatura do governador de São Paulo, Márcio França (PSB) à reeleição. Márcio França concorrerá ao Palácio dos Bandeirantes contra o ex-prefeito da capital paulista, o tucano João Doria. O governador vive uma situação inusitada porque seu partido, o PSB, está inclinado a apoiar o pedetista Ciro Gomes na corrida presidencial.

 

Ele, como ex-vice governador de São Paulo, tende a apoiar Alckmin embora o tucano, por uma questão partidária, terá que professar apoio a João Dória e não deverá subir em seu palanque em São Paulo. Situação também inusitada vive o ex-ministro do Esporte e Trabalho, Aldo Rebelo, que mantém a sua candidatura ao Palácio do Planalto pelo Solidariedade. Isso porque seu partido, como parte do Centrão, pode fechar apoio à candidatura Geraldo Alckmin.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade