Publicidade

Correio Braziliense

MDB foi o partido que tirou o país do fundo do poço, diz Henrique Meirelles

Ex-ministro da Fazenda e pré-candidato à presidência exaltou o governo Temer e disse que o Brasil não 'pode voltar para trás'


postado em 28/07/2018 13:47

O pré-candidato à Presidência da República pelo MDB, Henrique Meirelles, disse neste sábado (28/7), durante convenção estadual, em São Paulo, que o partido "tirou o Brasil do fundo do poço". "Não podemos voltar para trás, temos que seguir em frente", disse.

Em fala curta, o ex-ministro ressaltou também a necessidade da criação de empregos e de mais segurança para quem já está trabalhando. "Na Presidência da República, vamos construir um novo Brasil e impulsionar o país para o futuro. Um país onde todos tenham emprego e renda. Com oportunidade para todos viverem em paz", afirmou.

Meirelles defendeu também a necessidade de haver mais recursos para a segurança e a saúde e a importância de "garantir a educação das crianças".

Meirelles subiu ao palco ao som de um jingle de campanha, fazendo o sinal de positivo e o "V" da vitória. O ex-ministro da Fazenda ensaiou uns passos tímidos ao som do forró. Logo, Maria Aparecida Pinto, a Cidinha, candidata pelo MDB ao Senado e presente ao evento, tirou Meirelles para dançar.

Antes do discurso de Meirelles, o presidente do MDB paulista, Baleia Rossi, elogiou Meirelles e disse que o MDB "vai fazer campanha para o melhor candidato e que vai ganhar as eleições". Sobre Paulo Skaf, candidato ao governo do Estado, Rossi afirmou que "a vida inteira, ele se dedicou a ajudar as pessoas". Ele ainda apresentou Cidinha, presidente do MDB Afro, como "uma mulher do povo e humilde e referiu-se a Marta Suplicy, que não estava presente, como "grande senadora".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade