Publicidade

Correio Braziliense

Foi longe demais? Lula desmente que Pabllo Vittar seria seu vice

De acordo com a assessoria do PT, a brincadeira que colocava a drag queen na foto com o ex-presidente 'foi longe demais' e alguns acreditaram que seria verdade


postado em 07/08/2018 10:15

O desmentido da 'fake news' foi divulgado pelo 'time do Lula' no perfil oficial do petista (foto: Reprodução)
O desmentido da 'fake news' foi divulgado pelo 'time do Lula' no perfil oficial do petista (foto: Reprodução)

O meme “desta vez Pablo Vittar foi longe demais” nunca fez tanto sentido para algumas pessoas na internet. Tanto que levou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) a desmentir, por meio de sua assessoria, que a cantora seria candidata a vice-presidente em sua chapa.
 
O desmentido da “fake news” foi divulgado na noite dessa segunda-feira (6) no Twitter oficial de Lula. “Está circulando essa imagem na rede então vamos explicar: o vice de Lula é Fernando Haddad e não Pabllo Vittar, pessoal”, informou o perfil, com as hashtags “o Brasil feliz de novo” e “time Lula. A drag queen, que foi marcada na mensagem, não comentou. 
 
Nos comentários, porém, foi travada uma nova batalha entre apoiadores virtuais de Lula e os contrários, que defendem outros candidatos, como o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). Alguns disseram que foi meme, como se estivessem explicando ao petista como são as montagens engraçadas da internet, e outros disseram que seria uma ação de marketing. 

Houve também vários seguidores que ironizaram, dizendo coisas como “não acredito que foi montagem” ou “já estava preparada pra cantar: seu voto me pegou, cê bateu tão forte com o seu dedo, nocauteou me tonteou, Lula presidente me representou”.

A assessoria do PT informou que o desmentido foi sério, já que, segundo o partido, várias pessoas estavam questionando se Pabllo Vittar seria mesmo vice de Lula.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade