Publicidade

Correio Braziliense

Dilma lança vaquinha virtual para financiar campanha ao Senado

Candidata do PT em Minas Gerais, a ex-presidente arrecadou R$ 2.190 até as 16h desta terça-feira (7/8). Criticada pelos adversários, afirma que deixou o estado porque foi perseguida na ditadura militar


postado em 07/08/2018 16:32 / atualizado em 07/08/2018 16:39

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) entrou na onda das vaquinhas on-line. Em vídeo postado nas redes sociais, a petista pede ajuda para financiar a campanha ao Senado por Minas Gerais. Dilma também aproveitou para pedir apoio à reeleição do governador Fernando Pimentel e ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Até as 16h desta terça-feira (7/8), Dilma conseguiu arrecadar R$ 2.190, com a doação de 23 pessoas. "É preciso derrotar os golpistas e retomar o crescimento do país."

No vídeo, Dilma também tenta rebater as acusações dos adversários de que mudou o domicílio eleitoral para Minas, apesar de votar durante décadas no Rio Grande do Sul. "Fui embora de Minas porque fui perseguida pela ditadura militar. Faço parte dessa história de luta", afirmou. Dilma teve o mandato presidencial cassado em 31 de agosto de 2016. Ela foi considerada culpada do crime de responsabilidade por causa das pedaladas fiscais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade