Publicidade

Correio Braziliense

Senado terá apenas três semanas de votações até primeiro turno das eleições

Serão duas semanas em agosto e uma em setembro, para que o Congresso continue funcionando no período eleitoral. Eunício Oliveira acredita que Câmara e Senado voltarão ao normal após 7 de outubro.


postado em 07/08/2018 21:35 / atualizado em 07/08/2018 21:42

Eunício (C) comanda a sessão de votações no Senado na noite desta terça-feira(foto: Jonas Pereira/Agência Senado)
Eunício (C) comanda a sessão de votações no Senado na noite desta terça-feira (foto: Jonas Pereira/Agência Senado)
O presidente do Senado, Eunício Oliveira, anunciou nesta terça-feira (7/8) o calendário especial de votações para os meses de agosto e setembro. Serão duas semanas em agosto e uma em setembro, para que o Congresso continue funcionando no período eleitoral.

"Vamos fazer esforços concentrados para não parar o Congresso. Até quinta-feira (9), estaremos discutindo matérias aqui. Depois, haverá outra semana de esforço concentrado em 28, 29 e 30 de agosto e mais uma entre 13 e 16 de setembro. Vou conversar com o Rodrigo Maia (presidente da Câmara dos Deputados) para que a gente faça uma integração dessas votações", afirmou.

De acordo com Eunício, após o primeiro turno das eleições gerais, marcado para 7 de outubro, a expectativa é que a rotina de votações e a agenda legislativa volte ao normal, já que não haverá mais congressistas disputando as eleições. "Tocaremos a vida normal depois das eleições. Enquanto eu for presidente, vou votar o maior número de matérias possível até o recesso parlamentar, previsto para ter início em 17 de dezembro".

Eunício esclareceu ainda que o PLC 78/2018, que trata da venda da cessão onerosa do pré-sal pela Petrobras, e o  PLC 77/2018, que propõe a privatização das distribuidoras da Eletrobras, ainda serão submetidos à Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) antes de serem encaminhados para votação no plenário.

* Com informações da Agência Senado

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade