Publicidade

Correio Braziliense

'Vivemos tempos estranhos e perigosos', diz ministra Cármen Lúcia

Ministra comentou a proximidade das eleições deste ano e o aniversário de 30 anos da Constituição


postado em 13/08/2018 10:46

Cármen é uma das palestrantes no evento que discute a democracia e eleições(foto: Carlos Moura/SCO/STF)
Cármen é uma das palestrantes no evento que discute a democracia e eleições (foto: Carlos Moura/SCO/STF)

 
A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, afirmou que estamos vivendo em "tempos estranhos e perigosos", ao comentar os 30 anos da Constituição Federal e as eleições deste ano. Ela fez as afirmações em um seminário no Centro Universitário UniCEUB, em Brasília.

Cármen é uma das palestrantes no evento que discute a democracia e eleições. "Tempos estranhos, e perigosos. Mas estamos vivendo isso com as instituições funcionando, com dificuldades. Apesar dos pesares, estamos vivendo na democracia", afirma.

A ministra criticou o que ela chama de "falta de tolerância com a diferença". Ela citou o julgamento que está em andamento no Supremo sobre o sacrifício de animais para fins religiosos. Ela destacou que "durante anos o Brasil deixou os rituais religiosos longe da casa grande".

O seminário é conduzido pelo ministro Marco Aurélio. Ele comentou as recentes manifestações políticas e debates em torno das eleições. "O local próprio do protesto é a urna", disse.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade