Publicidade

Correio Braziliense

Possível impedimento de Lula ameaça materiais de campanha do PT

Caso candidatura do ex-presidente seja tornada inválida, materiais de campanha que incluam seu nome poderão ser proibidos


postado em 17/08/2018 11:40 / atualizado em 17/08/2018 14:16

Adesivo de campanha de Paulo Pimenta: nome de Lula como candidato à Presidência(foto: Reprodução)
Adesivo de campanha de Paulo Pimenta: nome de Lula como candidato à Presidência (foto: Reprodução)
No material de campanha do deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS), consta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é a escolha do partido para o Planalto. O problema é que a candidatura de Lula vive momento delicado, com a ação de impugnação da Procuradoria-Geral da República (PGR). Panfletos com o nome dele podem ser proibidos de circular, caso haja impedimento em sua participação na disputa.

Um ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) afirmou que “o problema é que isso (o material de campanha com o nome de Lula) presta uma ‘desinformação’ ao eleitor”. O magistrado disse ao Correio que “tanto o material do Lula quanto os que levam em consideração a sua candidatura podem ser proibidos de circular, caso haja uma negativa em relação à viabilidade da participação dele na disputa”.

Os pedidos de registro de candidatos a presidente e vice devem ser julgados pelo TSE até 17 de setembro. Isso faz com que o PT tenha exatamente um mês para tentar viabilizar o nome de Lula nas eleições de outubro. O partido nega a existência de um plano B, embora seja público que o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) e a deputada estadual Manuela D’Ávila (PCdoB) estejam se preparando para concorrer, caso Lula seja retirado da disputa.

“Mandei fazer o material de campanha, porque não tenho dúvidas sobre a viabilidade da candidatura do Lula. A Justiça Eleitoral não pode tirar ninguém se o processo não for transitado em julgado”, disse Pimenta, deixando de mencionar que a Lei da Ficha Limpa não permite a candidatura de condenados em 2ª instância.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade