Publicidade

Correio Braziliense

Se eleita, Marina quer implementar políticas públicas à Primeira Infância

A candidata ao Planalto pela Rede assinou um documento nesta quinta que visa aumentar o investimento para as crianças e famílias em situação de vulnerabilidade


postado em 23/08/2018 15:39 / atualizado em 23/08/2018 16:26

Marina:
Marina: "O investimento nos anos iniciais da vida é o que apresenta maiores benefícios sociais e a mais alta taxa de retorno econômico, tanto em termos individuais quanto coletivos para a sociedade" (foto: Léo Cabral)

A candidata à Presidência pela Rede, Marina Silva, assinou, nesta quinta-feira (23/8), um termo de compromisso com a Rede Nacional de Primeira Infância, no Gama. No documento, ela promete que, se eleita, vai implementar políticas públicas para as crianças de controle social, segurança e participação infantil nos termo que dispõem o Estatuto da Criança e do Adolescente e o Marco Legal da Primeira Infância. 
  
Para a presidenciável, as famílias, especialmente aquelas em situação de vulnerabilidade, requerem prioridade nas políticas públicas que atendam aos seus direitos. Por isso, se eleita, Marina afirma que priorizará a formulação de um Pacto Interfederativo em que a União, os estados, o Distrito Federal e os Municípios se comprometam a atender os direitos da infância de forma "colaborativa, complementar, integrada e corresponsável".
 
Entre as justificativas está que a infância é um período decisivo para a construção da personalidade da criança, porque é nesta fase que são construídas as estruturas física, afetiva, cognitiva e linguística e as competências sociais que sustentam o desenvolvimento humano. 
 
Além disso, o documente ressalta que a oferta de ambientes e meios adequados para o desenvolvimento integral e das múltiplas aprendizagens na primeira infância são uma política "necessária, justa e eficaz" na redução das desigualdades sociais e econômicas. "O investimento nos anos iniciais da vida é o que apresenta maiores benefícios sociais e a mais alta taxa de retorno econômico, tanto em termos individuais quanto coletivos para a sociedade."
 
Na sexta-feira (24/8), Marina vai à Fazenda Santa Brigida, em Itapemiri, interior de Goiás. Ela visitará uma produção agrícola sustentável, que se tornou fonte rentável e competitiva do setor. O meio ambiente é uma das principais prioridades da postulante ao Planalto, desde as eleições de 2014. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade