[an error occurred while processing this directive] Bolsonaro diz que Alckmin tem que explicar roubo de merenda - Política
Publicidade

Correio Braziliense

Bolsonaro diz que Alckmin tem que explicar roubo de merenda

Antes de se reunir com empresários do setor de seguros, em um hotel em Copacabana (zona sul do Rio), o candidato do PSL fez referências ao tucano


postado em 03/09/2018 15:50 / atualizado em 03/09/2018 15:50

O candidato à presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, criticou, nesta segunda-feira (3/9), seu adversário pelo PSDB, Geraldo Alckmin. O tucano tem usado o tempo da campanha eleitoral em rádio e TV para criticar Bolsonaro. Mas segundo o candidato, que citou suspeitas de irregularidades na área de merenda escolar no Estado de São Paulo, Alckmin deveria falar sobre seu governo.

"Em vez de mostrar o que fez durante tanto tempo governando São Paulo, ele fica me atacando. Faz videozinho mostrando meu embate com Maria do Rosário, que estava defendendo estuprador, e pergunta: 'Você quer que sua mãe, sua esposa sejam tratadas dessa maneira?' Senhor Geraldo Alckmin, a minha mãe, que ainda é viva, e minha esposa não defendem estuprador, assim como as mães da maioria no Brasil. Fazer matéria para desconstruir os outros está fora de moda, o senhor não vai atingir seu objetivo", afirmou, antes de se reunir com empresários do setor de seguros, em um hotel em Copacabana (zona sul do Rio).

Bolsonaro também atacou Alckmin: "O senhor tem que explicar é o roubo da merenda escolar, as denúncias de quatro delatores. Está afundado até o pescoço na Dersa, seu cunhado também é acusado. Tem que responder por você, não fique me atacando com leviandades. Não tente querer crescer (em intenções de voto nas pesquisas) fazendo esse jogo baixo, sujo, que parece característica do seu partido", concluiu Bolsonaro.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade