Publicidade

Correio Braziliense

Bolsonaro tem leve anemia devido ao sangue que perdeu em ataque

Segundo o último boletim médico divulgado pelo hospital Albert Einstein, o presidenciável está estável e deve começar a ingerir alimento via oral nos próximos dias


postado em 09/09/2018 17:35

 

(foto: Internet)
(foto: Internet)

O quadro de saúde do candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, continua em evolução, de acordo com o boletim médico divulgado no começo da noite deste domingo (9/9).  O presidenciável não tem evidência de infecção, mas ainda apresenta uma leve anemia em decorrência do sangramento inicial. Ele está internado desde a última sexta-feira (7/9) na UTI do Hospital Israelita Albert Einstein.

 

Segundo as previsões dos médicos, Bolsonaro deve começar a ingerir alimentos via oral nos próximos dias. Por enquanto, ele permanece em jejum oral, recebendo nutrientes por via endovenosa.

 

"A circulação do intestino para o fígado está preservada. A paralisia intestinal decorrente do grande trauma mostra sinais de que está em regressão, ou seja, é possível que, nos próximos dias, a função intestinal se normalize e o paciente passe a ingerir alimentos por via oral", informou o hospital.

 

No sábado, o candidato se levantou do leito e caminhou por alguns minutos com a ajuda de fisioterapeutas. Esses cuidados devem persistir nos próximos dias para reduzir os riscos de trombose, complicações pulmonares e acelerar a recuperação do funcionamento do intestino.

 

O presidenciável está internado desde a sexta-feira (7/9) no hospital paulista onde se recupera de uma facada levada durante um ato de campanha em Juiz de Fora, na quinta-feira (6/9). O agressor de Bolsonaro foi preso e transferido da cidade mineira para Campo Grande (MS).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade