Publicidade

Correio Braziliense

Bolsonaro segue internado na UTI, mas tem quadro estável

De acordo com o último boletim de saúde, o candidato à Presidência pelo PSL não apresentou febre ou outros sinais de infecção


postado em 15/09/2018 19:29 / atualizado em 15/09/2018 19:38

(foto: Arquivo pessoal)
(foto: Arquivo pessoal)
Longe das ruas por causa de uma facada que levou durante comício em Juiz de Fora,  o candidato a%u0300 Preside%u0302ncia, Jair Bolsonaro (PSL), permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. O quadro clínico do paciente permanece estável sem complicações. 

De acordo com o último boletim de saúde divulgado pela unidade, assinado pelos médicos António Macedo, Leandro Echenique e Miguel Cendoroglo, o capitão reformado do exército continua em jejum oral, recebendo por via endovenosa toda a alimentação necessária para a recuperação dele. “Não apresenta febre ou outros sinais de infecção e realizou os exercícios de fisioterapia com boa tolerabilidade”, registrou. 

Enquanto o presidenciável segue internado, o vice dele, general da reserva Hamilton Mourão (PRTB), reagiu às críticas após declarar que a Constituição não precisava ser eleborada por pessoas eleitas. "Não sei por que eu sou antidemocrático. Mas, tudo bem, deixa pra lá. É um carimbo que querem colocar em mim, que eu rejeito. Se eu fosse antidemocrático, não estaria participando de uma eleição. Estaria limpando as armas e aguardando o momento".

Mourão disse ainda que sempre fala em suas palestras que existe um consenso dos pensadores brasileiros que a Carta de 88 é um problema. "Seria muito bom que pudéssemos trocá-la. Mas, todo mundo sabe muito bem que o presidente da República, por si só, não tem esse poder. As pessoas têm de ter consciência disso. O pessoal não gosta, acha um absurdo, mas eu tenho direito de externar a minha opinião", comentou. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade