Publicidade

Correio Braziliense

TRE-SP proíbe deputados petistas de usarem 'Lula presidente' em propaganda

Após a análise das propagandas eleitorais impressas, o tribunal identificou a presença de conteúdo alusivo à candidatura de Lula à Presidência da República


postado em 17/09/2018 11:17 / atualizado em 17/09/2018 11:53

(foto: Reprodução de Vídeo)
(foto: Reprodução de Vídeo)
 

 

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) proibiu no domingo (16/9) deputados petistas de usarem material de propaganda eleitoral que faça alusão à candidatura presidencial do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso na Operação Lava-Jato.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tornou Lula inelegível em 31 de agosto em respeito à Lei da Ficha Limpa. O registro da candidatura de Lula foi rejeitado por 6 votos a 1 e, por isso, o petista foi substituído por Fernando Haddad (PT).

Após a análise das propagandas eleitorais impressas, o tribunal identificou a presença de conteúdo alusivo à candidatura de Lula à Presidência da República, o que estaria em desacordo com a decisão do TSE.

O documento afirma, ainda, que a veiculação de material com a mensagem "Lula Presidente -13" deve ser encerrada. Caso haja descumprimento da determinação, o TRE estipula ao partido multa de R$ 5 mil por dia.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade