Publicidade

Correio Braziliense

'Se eu puder governar sem o PT, eu prefiro', diz Ciro durante debate

O candidato do PDT credita ao antipetismo a popularidade de Bolsonaro. Haddad rebate e afirma que Ciro o convidou para vice em sua chapa


postado em 26/09/2018 18:39

Ciro Gomes durante o debate(foto: AFP)
Ciro Gomes durante o debate (foto: AFP)
 
Ao participar de debate com presidenciáveis na tarde desta quarta-feira (26/9), o candidato pelo PDT, Ciro Gomes, disse que, se eleito, não pretende governar com o apoio do PT. 

"Se eu puder governar sem o PT, eu prefiro, porque o partido se transformou em uma estrutura de poder odienta", afirmou Ciro ao responder uma pergunta sobre como pretende montar sua equipe caso chegue ao Palácio do Planalto. Em seguida, Ciro avaliou que foi o antipetismo que gerou o fenômeno Jair Bolsonaro (PSL), cuja eleição, na opinião de Ciro, seria um "desastre" para o país. 

Durante a resposta, Ciro disse também que pretende montar uma equipe formada por metade de mulheres e por pessoas com "excelência técnica e compromisso com a decência".

Próximo candidato a falar, o candidato petista, Fernando Haddad, rebateu as críticas do oponente. "Vejo o Ciro dizendo que não quer governar com o PT, mas, há pouco tempo, me convidava para ser seu vice e chamava (essa união) de dream team (time dos sonhos)", afirmou o ex-prefeito de São Paulo.  

Haddad e Ciro foram dois dos oito participantes no debate organizado pelo SBT e a Folha de S. Paulo. Foram convidados para o programa: Jair Bolsonaro (PSL), Fernando Haddad (PT), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB), Marina Silva (Rede), Alvaro Dias (Podemos), Henrique Meirelles (MDB), Guilherme Boulos (PSOL) e Cabo Daciolo (Patriota). Bolsonaro não pôde comparecer porque continua internado no Hospital Albert Einstein, recuperando-se do atentado a faca que sofreu no início do mês.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade