Publicidade

Correio Braziliense

Candidatos à Presidência retomam ataques em debate no SBT

Candidatos trocaram diversas ofensas entre si. Fora da disputa, o presidente Michel Temer também foi alvo de ataques


postado em 26/09/2018 19:56 / atualizado em 26/09/2018 20:38

(foto: Nelson Almeida/AFP)
(foto: Nelson Almeida/AFP)
 
Depois de uma "trégua" no debate da TV Aparecida, os candidatos à Presidência da República retomaram os ataques no encontro promovido por SBT, Uol e Folha de S. Paulo na noite desta quarta-feira (26/9). Participaram deste debate Alvaro Dias (Podemos), Cabo Daciolo (Patriota), Ciro Gomes (PDT), Fernando Haddad (PT), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB) e Marina Silva (Rede). Líder das pequisas de intenção de voto, Jair Bolsonaro (PSL) não pôde participar do encontro, porque ainda está internado, após ser vítima de uma facada em 6 de setembro.

O debate já começou com ataques. Primeiro a perguntar, Boulos questionou Alckmin sobre o "dinheiro da merenda" e ainda chamou o peessedebista de "Sérgio Cabral que não está preso". Após apresentar números da educação no estado de São Paulo, que governou nos últimos oito anos, o tucano disparou: "Sempre trabalhei, nunca invadi propriedade".

Os ataques seguiram de forma generalizada, havendo até uma rusga entre Ciro Gomes e Haddad. Questionado por uma jornalista, o pedetista disse que preferia não ter o PT em um eventual governo seu. O petista, por sua vez, disse ter sido convidado para ser vice de Ciro e que essa possível chapa teria sido chamada até de "dream team".

Fora da disputa pela reeleição, o presidente Michel Temer também foi alvo de críticas de boa parte dos candidatos. Pela primeira vez, inclusive, o representante de seu partido, o MDB, na disputa pela Presidência foi questionado sobre a participação do antecessor em um eventual governo de Meirelles. Evasivo, o ex-ministro da Fazenda se limitou a dizer que "sempre escolheu gente de primeira qualidade" para suas equipes.

Ausente dos dois últimos encontros, Cabo Daciolo voltou a chamar a atenção da internet em vários momentos. Em um deles, se apropriou de uma frase usada por Ciro Gomes contra ele próprio no debate da RedeTV: "A democracia é uma delícia". O representante do Patriota também defendeu as mulheres e se declarou para sua mãe: "Eu te amo".
 

Veja como foi o debate:

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade