Publicidade

Correio Braziliense

Ibope: Bolsonaro cresce e chega a 32%; e Haddad vai a 23%

Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB) oscilaram ambos negativamente. O pedetista possui 10% e o tucano tem 7%


postado em 03/10/2018 20:00 / atualizado em 03/10/2018 20:09

(foto: Montagem/CB/D.A Press)
(foto: Montagem/CB/D.A Press)

O Ibope divulgou, na noite desta quarta-feira (3/10), a mais nova pesquisa de intenção de voto para presidente da República. Depois de crescer quatro pontos no último levantamento, Jair Bolsonaro (PSL) aumentou um ponto percentual, saindo de 31% e chegando aos 32% . Em segundo lugar, Fernando Haddad (PT) oscilou para cima e aparece com 23%. Em votos válidos, excluindo brancos e nulos, o capitão da reseva chega a 38%, contra 28% do petista.
 
Na sequência, Ciro Gomes e Geraldo Alckmin oscilaram negativamente dentro da margem de erro, segundo o levantamento. Ambos perderam um ponto percentual cada um, com isso, o pedetista tem agora 10% e o tucano, 8%. Na sequência, Marina Silva (Rede) permanece com 4%, João Amoêdo (Novo) oscilou para 2%, Henrique Meirelles também aparece com 2%, Alvaro Dias (Podemos) oscilou para 1% e Cabo Daciolo (Patriota) manteve 1%. Vera Lúcia (PSTU), Guilherme Boulos (PSol), João Goulart Filho (PPL) e Eymael (DC) não pontuaram. Brancos e nulos somaram 11%. Outros 6% não sabem ou não quiseram opinar. 
 
Encomendada pela Rede Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo, a pesquisa ouviu 3.010 eleitores entre os dias 27 de setembro e 3 de outubro. A margem de erro é de três pontos percentuais, o nível de confiança é de 95% e o número de registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é BR-08245/2018.
 

Rejeição

 
 
O Ibope mediu ainda o índice de rejeição dos candidatos. Bolsonaro, com 42%, e Haddad, com 37%, também lideram o índice dos estrevistados que disseram não votariam nos candidatos de jeito nenhum. Na sequência, Marina (23%), Alckmin (17%), Ciro (16%), Meirelles (10%), Daciolo (9%), Eymael (8%), Boulos (8%), Vera (8%), Alvaro Dias (8%), Amoêdo (7%) e João Goulart Filho (6%). Três por cento dos eleitores disseram que poderiam votar em todos os candidatos. Outros 7% não sabem ou não responderam.
 
  

Confira o desempenho dos candidatos:

 
 
Jair Bolsonaro (PSL): passou de 31% para 32%
 
Fernando Haddad (PT): passou de 21% para 23%
 
Ciro Gomes (PDT): foi de 11% para 10%
 
Geraldo Alckmin (PSDB): foi de 8% para 7%
 
Marina Silva (Rede): manteve 4%
 
João Amoêdo (Novo): foi de 3% para 2%
 
Henrique Meirelles (MDB): manteve 2%
 
Alvaro Dias (Podemos): foi de 2% para 1%
 
Cabo Daciolo (Patriota): manteve 1%
 
Guilherme Boulos (PSol): manteve 0%
 
Vera Lúcia (PSTU): manteve 0%
  
João Goulart Filho (PPL): manteve 0%
 
Eymael (DC): manteve 0%
 
Branco/nulos: 11%
 
Não sabe/não respondeu: 6% 
  
 

Segundo Turno

O Ibope também levantou números sobre enventuais cenários de segundo turno
 
 
Fernando Haddad (PT) 43% x 41% Jair Bolsonaro (PSL)
Brancos e nulos: 12% | Não sabe/não respondeu: 3%
 
Ciro Gomes (PDT) 46% x 39% Jair Bolsonaro (PSL)
Brancos e nulos: 13% | Não sabe/não respondeu: 3% 
 
Geraldo Alckmin (PSDB) 41% x 40% Jair Bolsonaro (PSL)
Brancos e nulos: 16% | Não sabe/não respondeu: 3% 
 
Jair Bolsonaro (PSL) 43% x 39% Marina Silva (Rede) 
Brancos e nulos: 16% | Não sabe/não respondeu: 2%  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade