Publicidade

Correio Braziliense

Tiririca, Freixo e Aécio devem ser os campeões de voto para a Câmara

Levantamento do Ibope mostra quem são os deputados federais mais citados em São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, maiores colégios eleitorais do país


postado em 07/10/2018 10:23 / atualizado em 07/10/2018 11:18

Tiririca, Eduardo Bolsonaro, Aécio Neves e Marcelo Freixo(foto: Giral Comunicação/Divulgação, Gustavo Lima/Câmara dos Deputados, Leandro Couri/CB/D.A Press, Yasuyoshi Chiba/AFP)
Tiririca, Eduardo Bolsonaro, Aécio Neves e Marcelo Freixo (foto: Giral Comunicação/Divulgação, Gustavo Lima/Câmara dos Deputados, Leandro Couri/CB/D.A Press, Yasuyoshi Chiba/AFP)
Durante as pesquisas eleitorais realizadas desde que o horário eleitoral gratuito na tevê se iniciou, o Ibope apurou, em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Minas Gerais, em quem o eleitor pretende votar para deputado federal.
 
A pesquisa é espontânea, ou seja, mostra os nomes mais citados pelos eleitores para ocupar a Câmara dos Deputados. Como a pesquisa foi feita nos três maiores colégios eleitorais, a expectativa é que os nomes mais citados sejam os campeões de votos nestas eleições para a Câmara Federal. Veja abaixo a lista, divulgada pelo  jornal O Globo.

Deputados que devem ser os campeões de votos

São Paulo 
 
Tiririca (PR)
Celso Russomanno (PRB)
Eduardo Bolsonaro (PSL)
Kim Kataguiri (DEM)
Joyce Hasselmann (PSL)
Pastor Marco Feliciano (PRB)
Guilherme Mussi (PP)
Baleia Rossi (MDB)
Bruna Furlan (PSDB)
Ivan Valente (PSOL

Rio de Janeiro

Marcelo Freixo (PSOL)
Alessandro Molon (PSB)
Jandira Feghali (PCdoB) 
Wagner Montes (PRB)
Carlos Jordy (PSL)
Flordelis (PSD)
Daniela do Waguinho (MDB)
Leonardo Picciani (MDB)
Vinicius Farah (MDB)
Dica (PR)

Minas Gerais

Aécio Neves (PSDB)
Paulo Guedes (PT)
Misael Varella (DEM)
Diego Andrade (PSD)
André Janones (Avante)
Reginaldo Lopes (PT)
Weliton Prado (Pros)
Fabio Ramalho (MDB)
Pinheirinho (PP) 
Rogério Corrêa (PT)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade