Publicidade

Correio Braziliense

Bolsonaro sai na frente em Israel, segundo extratos postados por embaixada

Informações foram divulgadas na página da Embaixada do Brasil no país. TSE afirma que dados ainda não são oficiais


postado em 07/10/2018 13:29 / atualizado em 07/10/2018 13:33

A Embaixada do Brasil em Israel, em Tel Aviv, divulgou a imagem de três extratos com resultado das urnas usadas para que os brasileiros residentes no país pudessem votar para presidente.
 
Nos três documentos, Jair Bolsonaro (PSL) é o candidato que mais recebeu votos, com 352. Ele é seguido de Ciro Gomes (PDT), com 66, e Ferando Haddad (PT), com 36. Veja o resultado das três urnas apuradas:   
 
Tel Aviv, Israel
Jair Bolsonaro: 352 votos
Ciro Gomes: 66 votos
Fernando Haddad: 36 votos 
João Amoêdo: 23 votos
Marina Silva: 13 votos
Geraldo Alckmin: 34 votos
Álvaro Dias: 2 votos
Cabo Daciolo: 1 voto
Henrique Meirelles: 1 voto
Eymael: 1 voto 
 
Mais cedo, extratos da votação na Nova Zelândia também foram divulgados na internet. Embora reconheça que os extratos das urnas sejam realmente afixados na seção (uma das medidas para dificultar as fraudes nas eleições), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) afirma que os dados que circulam na internet ainda não são oficiais e que só depois das 19h passará a divulgar os dados definitivos.
 
Meio milhão de eleitores 
 
Para votar nas eleições deste domingo (7/10), estão inscritos 500.727 eleitores brasileiros. As urnas com os números dos candidatos a presidente estão distribuídas em mais de 171 cidades e em 33 localidades onde o Brasil não tem representações diplomáticas, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
 
Estados Unidos, com 160.005 eleitores; Japão, com 60.708; e Portugal, com 39.118, são os três países com maior número de eleitores brasileiros. Os resultados prévios de urnas na Nova Zelândia e em Xanguai na China mostram vantagem do candidato Jair Bolsonaro. Até o momento, ele soma 243 votos. Ciro Gomes é o segundo colocado com 105 votos.

Segundo o TSE, 18 países haviam encerrado a votação até as 10h: Nova Zelândia, Austrália, Japão, Coreia do Sul, China, Taiwan, Cingapura, Filipinas, Malásia, Honk Kong, Timor Leste, Indonésia, Vietnã, Tailândia, Índia, Nepal, Omã e Emirados Árabes.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade