Publicidade

Correio Braziliense

MS terá 2º turno entre Reinaldo Azambuja (PSDB) e Odilon de Oliveira (PDT)

A disputa no primeiro turno foi marcada por denúncias de corrupção contra o candidato tucano, atual governador do Estado


postado em 07/10/2018 20:22 / atualizado em 07/10/2018 20:35

Reinaldo Azambuja é o atual governador do Mato Grosso do Sul(foto: Reinaldo Ferrigno/Agência Câmara)
Reinaldo Azambuja é o atual governador do Mato Grosso do Sul (foto: Reinaldo Ferrigno/Agência Câmara)
Com 100% das urnas apuradas, está definido que os candidatos Reinaldo Azambuja (PSDB) e Odilon de Oliveira (PDT) vão disputar o segundo turno das eleições para governador em Mato Grosso do Sul. O segundo turno está marcado para o dia 26 de outubro. O candidato do PSDB teve 44,61%% dos votos, enquanto o candidato do PDT teve 31,67%.

Em terceiro lugar, com 11,65% ficou Junior Mochi (MDB). Seguido de Humberto Amaducci (PT), 10,16%; Marcelo Bluma (PV), 1,28%, e João Alfredo (PSOL), 0,62%. Os votos brancos somam 4,65% e os nulos 7,89%. Abstenções foram de 21,22% do total de eleitores.

A disputa no primeiro turno foi marcada por denúncias de corrupção contra o candidato tucano, atual governador do Estado. Ele é acusado de recebimento de propina em troca de isenção fiscal para empresários. Juiz aposentado, o candidato do PDT afirmou durante toda a disputa era campanha do "tostão contra o milhão", já que o Azambuja é um dos governadores mais ricos do país.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade