Publicidade

Correio Braziliense

No Acre, Gladson Cameli (PP) é eleito governador

Gladson quebrou a hegemonia petista no executivo que durou 20 anos


postado em 07/10/2018 21:45

(foto: Waldemir Barreto/Agência Senado)
(foto: Waldemir Barreto/Agência Senado)
Com 74,06% das urnas apuradas no Acre, já é possível afirmar que o candidato da coligação Mudança e Competência ao Governo do Estado, Gladson Cameli, venceu as eleições no primeiro turno e quebra a hegemonia petista no executivo que durou 20 anos.

Até o momento, Gladson Cameli (PP) tem 53,60% dos votos. Marcus Alexandre (PT) alcançou 35% dos votos. O candidato do PSL, Ulysses Araújo tem, até o momento, 10,41%. Janaína Furtado, da Rede Sustentabilidade, tem 0,71% e David Hall, do Avante, alcança 0,28%.

Para o Senado, o cenário parcial é o seguinte: Sérgio Petecão foi reeleito com 30,42% dos votos. Em segundo lugar, vem Marcio Bittar, do MDB, com 23,24%. Jorge Viana, do PT, 15,09%; Ney Amorim, também do Partido dos Trabalhadores, tem 14,84% dos votos. Minoru Kinpara, da Rede Sustentabilidade, tem 13,92%.

Uma coletiva de imprensa do candidato do PT é aguardada para os próximos momentos. O pronunciamento será feito no Comitê Central de campanha.

A festa da vitória de Cameli está prevista para acontecer em frente à sede oficial do Executivo do Acre, o Palácio Rio Branco

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade