Publicidade

Correio Braziliense

Agentes penitenciários encontram dinheiro na cela de Sérgio Cabral

Valor encontrado está acima da quantidade permitida no estado, de acordo com a Secretaria de Administração Penitenciária


postado em 09/10/2018 15:14 / atualizado em 09/10/2018 15:34

(foto: Rodrigues Pozzebom/Agencia Brasil)
(foto: Rodrigues Pozzebom/Agencia Brasil)

Durante uma vistoria realizada pela Corregedoria da Secretaria de Administração Penitenciária do Rio de Janeiro (Seap), neste terça-feira (09), agentes penitenciários encontraram uma quantidade acima da permitida de dinheiro em espécie na cela do ex-governador do Rio Sérgio Cabral. Ele está preso no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste da cidade. 

De acordo com a Seap, os detentos podem manter na cela valores correspondentes até 10% do salário mínimo, o que atualmente representa um limite de até R$ 95,40. Além de Cabral, um outro detento estava com dinheiro acima do permitido. Os dois criminosos ficarão 10 dias sem ver televisão e receber visitas - como punição por infringir as regras.

O dinheiro é usado na cantina, para a compra de alimentos. Uma comissão técnica vai avaliar a situação e outras medidas podem ser adotadas. Cabral já foi condenado em 8 processos e é réu em outros 24 que correm no âmbito da operação Lava-Jato. 

No ano passado, uma vistoria do Ministério Público encontrou queijo, camarão e bacalhau nas celas de detentos condenados em processos relacionados a operação da Polícia Federal.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade