Publicidade

Correio Braziliense

Governador do PI diz que PT se reunirá com siglas que declararam apoio a Haddad

Wellington Dias comentou também a pesquisa Datafolha divulgada na noite de quarta-feira, destacando que o segundo turno está só começando, por isso acredita numa virada neste pleito, já que Bolsonaro lidera a mostra, com 58% dos votos válidos - contra 42% de Haddad.


postado em 11/10/2018 09:49 / atualizado em 11/10/2018 11:11

(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
 

O governador reeleito do Piauí, Wellington Dias (PT), disse que seu partido irá se reunir, em data não confirmada, com outras siglas e políticos que declararam apoio à candidatura de Fernando Haddad, como o PDT, de Ciro Gomes, neste segundo turno da corrida presidencial.

Dias confirmou que Haddad se encontrou na noite de Quarta-feira com o presidente do PSB, Carlos Siqueira, em Brasília, para agradecer o apoio do partido.

O governador do Piauí chegou por volta das 9h desta quinta-feira (11/10) à Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), onde Haddad deve fazer uma visita.

Wellington Dias comentou também a pesquisa Datafolha divulgada na noite de quarta-feira, destacando que o segundo turno está só começando, por isso acredita numa virada neste pleito, já que Bolsonaro lidera a mostra, com 58% dos votos válidos - contra 42% de Haddad.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade