Publicidade

Correio Braziliense

PF abre inquérito para apurar Fake News relacionadas a Bolsonaro e Haddad

Investigação será voltada para a disseminação de mensagens pela redes sociais por meio de empresas de tecnologia


postado em 20/10/2018 14:50 / atualizado em 20/10/2018 15:02

(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press e NELSON ALMEIDA/AFP; )
(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press e NELSON ALMEIDA/AFP; )

 
A Polícia Federal instaurou, neste sábado (20), inquérito para investigar a disseminação de notícias falsas (fake news) relacionadas aos candidatos à Presidência. A investigação se baseia no pedido da procuradora-geral da República, Raquel Dodge. Em ofício enviado ao ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, 

Dodge cita reportagens jornalísticas que revelam a contratação de empresas de tecnologia para a propagação deliberada de mensagens relacionadas ao a Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL) nas redes sociais.

Reportagem da Folha de S. Paulo apontou a existência do apoio financeiro de empresários a campanha de Bolsonaro, contratando agências para enviar mensagens contra o PT para milhões de pessoas no WhatsApp. Como o pedido não se restringe ao candidato do PSL, a PF vai investigar mensagens favoráveis ou contrárias a ambos os candidatos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade