Publicidade

Correio Braziliense

Bebianno diz que ainda não foi feito convite formal a Sérgio Moro

Ele admitiu, contudo, que o nome do juiz tem sido ventilado e que "gostaria" de tê-lo à frente do Ministério da Justiça ou do Supremo Tribunal Federal


postado em 30/10/2018 18:37 / atualizado em 30/10/2018 18:52

(foto: Mauro Pimentel/AFP)
(foto: Mauro Pimentel/AFP)
 

O ex-presidente do PSL e um dos coordenadores da campanha eleitoral de Jair Bolsonaro, Gustavo Bebianno, afirmou nesta terça-feira, 30, que nenhum convite formal foi feito a Sérgio Moro para ocupar um possível cargo no futuro governo. Ele admitiu, contudo, que o nome do juiz tem sido ventilado e que "gostaria" de tê-lo à frente do Ministério da Justiça ou do Supremo Tribunal Federal.

"Ainda não foi feito um convite formal (a Sérgio Moro para ministro). Está sendo ventilado o nome dele muito fortemente. É um brasileiro seríssimo, comprometido com o que há de melhor para a nação. É um nome que eu gostaria que estivesse na frente do Ministério da Justiça ou do STF", disse.

Mais cedo, o próprio Moro divulgou uma nota em que disse estar "honrado" com a lembrança de seu nome. Segundo ele, se o convite foi efetivado, vai ser "objeto de ponderada discussão e reflexão".

Anunciado para a Casa Civil de Bolsonaro, Onyx Lorenzoni confirmou ainda, nesta terça-feira, que se reunirá com o atual chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, amanhã às 16h00.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade