Publicidade

Correio Braziliense

Ex-funcionário da J&F investigado na Operação Capitu se entrega à PF em SP

Além dele, foram presos ao longo da operação o dono da JBS, Joesley Batista, e o ex-ministro da agricultura e atual vice-governador de Minas Gerais, Antonio Andrade


postado em 10/11/2018 15:34 / atualizado em 10/11/2018 16:16

Investigado na Operação Capitu, que prendeu novamente o empresário Joesley Batista ontem, Florisvaldo Caetano de Oliveira se entregou hoje na sede da Polícia Federal em São Paulo, segundo informações da Agência Brasil. Ele é ex-funcionário do grupo J&F e apontado como responsável por entregar propina a políticos em esquema de corrupção no Ministério da Agricultura.

Além dele, foram presos ao longo da operação o dono da JBS, Joesley Batista, e o ex-ministro da agricultura e atual vice-governador de Minas Gerais, Antonio Andrade.

A Polícia Federal suspeita que os investigados tenham omitido informações em suas delações em caso que apura um esquema dentro do Ministério da Agricultura para beneficiar políticos do MDB, pagos pela JBS em troca de medidas que favoreceriam o grupo. Pelo menos R$ 30 milhões teriam sido distribuídos ilegalmente.

Em nota divulgada ontem, a defesa de Florisvaldo Caetano de Oliveira disse ter ficado surpresa com as alegações de omissões feita pela polícia. "Todas as informações das quais tinha conhecimento foram levadas por ele ao conhecimento da Justiça. Sem as quais não existiria a presente operação", esclarece a nota.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade