Publicidade

Correio Braziliense

Comissão deve analisar nesta terça-feira MP que adia reajuste de servidores

A comissão deverá escolher o presidente e o relator da proposta, que deverá ser analisada tanto pela Câmara quanto pelo Senado


postado em 12/11/2018 18:20 / atualizado em 12/11/2018 18:20

(foto: Caio Gomez/CB/D.A Press)
(foto: Caio Gomez/CB/D.A Press)
 

A reunião para a instalação da comissão especial para analisar a medida provisória 849/2018, que adia o reajuste dos servidores civis federais de 2019 para 2020, foi adiada. Ela estava marcada para esta segunda-feira, 12, mas por falta de quórum, foi remarcada para esta terça, 13.

A comissão deverá escolher o presidente e o relator da proposta, que deverá ser analisada tanto pela Câmara quanto pelo Senado. Ela foi editada pelo presidente Michel Temer em 3 de setembro e é tida como uma das propostas em tramitação no Congresso para ajudar no reequilíbrio das contas públicas.

Segundo o governo, se aprovado pelo Congresso Nacional, o adiamento dos aumentos deve gerar uma economia de R$ 4,7 bilhões.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade