Publicidade

Correio Braziliense

Sérgio Moro chega ao gabinete de transição em Brasília

Recém-exonerado da Justiça Federal, Moro terá reuniões com a equipe de transição ao longo da semana. Um dos focos desta viagem é a formação da equipe ministerial, que deve incluir nomes que já atuaram na Lava Jato


postado em 19/11/2018 12:29 / atualizado em 19/11/2018 13:09

O futuro ministro da Justiça e Segurança Publica Sérgio Moro chegou na manhã desta segunda-feira, 19, ao Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) em Brasília, onde funciona o gabinete de transição do governo. Moro não quis dar entrevista e disse que não tinha novidades.

Recém-exonerado da Justiça Federal, Moro terá reuniões com a equipe de transição ao longo da semana. Um dos focos desta viagem é a formação da equipe ministerial, que deve incluir nomes que já atuaram na Lava Jato. O ex-juiz chegou a Brasília por volta das 10h30 e deve ficar até quarta ou quinta-feira.

O delegado federal Maurício Valeixo, superintendente da Polícia Federal do Paraná, é citado como possível indicado por Moro para a diretoria-geral da PF, pela proximidade que os dois mantêm. Ele já atuou em Brasília na gestão do ex-diretor-geral Leandro Daiello, quando chefiou a Diretoria de Combate ao Crime Organizado (Dicor). O delegado da PF Igor Romário de Paula, um dos nomes da Lava Jato no Paraná, é cotado como possível chefe da Dicor na próxima gestão.

Dois nomes da PF cotados como possíveis integrantes do Ministério da Justiça sob Moro são Luciano Flores e Erika Marena, superintendentes do órgão em Mato Grosso e Sergipe, respectivamente.

CCBB

Na manhã desta segunda, chegaram ao CCBB o vice presidente eleito general Hamilton Mourão, o vice-presidente do PSL, Gustavo Bebianno e a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade